Embrapa
Prêmio Summa Phytopathologica

O Prêmio Summa Phytopathologica em sua edição 2011 foi outorgado ao trabalho “Controle biológico da podridão radicular (Pythium aphanidermatum) e promoção de crescimento por Pseudomonas chlororaphis 63-28 e Bacillus subtilis GB03 em alface hidropônica”, de autoria de Élida B. Corrêa, Wagner Bettiol, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, e J. C. Sutton, publicado na Revista Summa Phytopathologica, editada pela Associação Paulista de Fitopatologia. O trabalho foi publicado no volume 36, nº 4, páginas 275-281 do periódico.

Histórico dos Prêmios "Paulista de Fitopatologia" e "Summa Phytopathologica"

Em 24 de setembro de 1975, o associado Mário Barreto Figueiredo, visando prestigiar e estimular a dedicação dos fitopatologistas, sugeriu a criação de dois prêmios: um para o fitopatologista que se destacou em trabalhar para a coletividade fitopatológica e outro para o melhor trabalho publicado na revista Summa Phytopathologica. Assim, após estudo de uma comissão, foram oficialmente criados o Prêmio Paulista de Fitopatologia (para um fitopatologista de destaque na comunidade e que tenha contribuído para o desenvolvimento da Fitopatologia ou ciências afins) e o Prêmio Summa Phytopathologica (para os autores do melhor trabalho publicado na revista Summa Phytopathologica). A seleção fica a cargo de uma comissão, de reconhecida capacidade, indicada pela diretoria da Associação. (Summa Phytopathologica, v.19, n.1, p.3-4, 1993).

Fonte: http://www.summanet.com.br/home/index.php/premios/summa-phytopathologica.html


Voltar